Aplicação de CO2 no cultivo indoor: para que serve e como fazer?

Bem-vindos, Jardineiras e Jardineiros! Neste conteúdo, você irá encontrar dicas e informações sobre aplicação de CO2 no cultivo indoor.

Desde já, é importante você saber que este artigo faz parte de uma série de três conteúdos que explicam tudo sobre CO2 no cultivo indoor, passando pelos conceitos básicos (para que serve o CO2 no cultivo?), até temas mais complexos (como injetar CO2 no cultivo indoor?; quais equipamentos usar?; como a suplementação de CO2 afeta temperatura e outras variáveis do cultivo indoor?).

Vamos lá?

Aprenda tudo do início até o final e boas colheitas! 😉

Válvula Solenoide
Válvula Solenoide Master Plants

Introdução: para que serve a aplicação de CO2 no cultivo indoor?

Vamos já começar com a afirmação abaixo, para deixar você ansioso por aprender sobre esta técnica:

“A suplementação de CO2 no seu cultivo indoor pode gerar um aumento de até 20% no crescimento de suas plantas!”

E o motivo, em termos bem simples, é: plantas consomem CO2 e produzem oxigênio.

CO2 é a abreviação de “Dióxido de Carbono”, um gás inodoro que faz parte do ar que você está respirando neste exato momento.

Plantas no geral (como ervas, arbustos e folhagens) e algumas cianobactérias (como o fitoplâncton) necessitam de CO2 para o processo de gerar energia vital para si a partir da luz. Este é o processo mais genial da natureza que, inclusive, permite a existência e sustentação da vida inteligente neste planeta, a famosa: FOTOSSÍNTESE.

Sem CO2, suas plantas iriam “sufocar” e morrer. Este é um dos motivos pelos quais é tão importante fornecer ventilação e troca de ar para as plantas no cultivo indoor.

Para cultivadores que utilizam luzes de cultivo com menor tecnologia e potência (como lâmpadas fluorescentes compactas ou regulares, ou até HPS em menor quantidade), geralmente, já há CO2 mais que suficiente no ar comum para que suas plantas processem toda a luz que recebem. Se sua planta não precisa de mais CO2, a aplicação de CO2 no cultivo obviamente não fará muita diferença, porque ela já terá CO2 suficiente para trabalhar com a luz que você fornece.

Portanto, lembre-se: o correto dimensionamento da ILUMINAÇÃO é o que possibilita a aplicação de CO2 no cultivo indoor.

Quantum Board 240W WIDE PRO Master Plants
Quantum Board 240W WIDE PRO Master Plants

Agora, se você já usa tecnologia de ponta na iluminação do seu cultivo indoor, como por exemplo Quantum Boards com CHIPs LED originais Samsung e complementações de espectro (como os encontrados nas Linhas PRO e PRO-MID de Quantum Boards Master Plants), é bem diferente, pois você já fornece a luz necessária para a excelência do metabolismo de suas plantas!

Em situações em que a luz está de acordo com o dimensionamento da área de cultivo, a aplicação de CO2 no cultivo indoor fará suas plantas utilizarem de fato a totalidade desta iluminação, o que resulta em maiores níveis de fotossíntese e, portanto, mais rendimento para seu cultivo. Além disso, ainda é possível superdimensionar a iluminação para se obter resultados ainda mais surpreendentes! Afinal, ao fazer suas plantas trabalharem com o metabolismo ainda mais acelerado, em uma mesma área de cultivo, adicionando luz e suplementando o CO2 para garantir os níveis de fotossíntese, você irá gerar um crescimento ainda mais rápido e um rendimento RECORDE nas colheitas!

Além de todas essas vantagens, a aplicação de CO2 no cultivo indoor ainda deixa suas plantas mais resistentes ao estresse por calor e luz!

Um ponto negativo é que a aplicação de CO2 no cultivo indoor pode ser cara. Portanto, antes de começar a aplicação de CO2 no cultivo indoor, é uma boa ideia calcular quanto você deve fornecer para conseguir um crescimento mais rápido.

Mas calma, porque vamos explicar tudo isso ao longo desta série de conteúdos sobre a aplicação de CO2 no cultivo indoor.

Válvula Solenoide e Controlador PPM-B1 Master Plants
Válvula Solenoide e Controlador PPM-B1 Master Plants

Benefícios da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor

Confira abaixo uma lista de benefícios da aplicação de CO2 no cultivo indoor:

1. Benefícios da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor: maior rendimento e crescimento mais rápido

Se você já atingiu o nível máximo em outros fatores limitantes (especialmente a luz), o uso de CO2 pode fazer suas plantas crescerem até 20% mais rápido, produzir plantas maiores e aumentar seu rendimento. Como já falamos, a aplicação de CO2 no cultivo também deixa suas plantas mais resistentes ao estresse por calor e luz.

2. Benefícios da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor: aceita temperaturas mais altas na área de cultivo

Manter aplicação de CO2 no cultivo indoor em níveis de 1200 a 1500 PPM permite manter as temperaturas muito acima do normal, chegando até a surpreendentes 31°C.

Para cultivadores com luzes quentes e brilhantes, isso pode facilitar a manutenção de temperaturas propícias para suas plantas, evitando uso excessivo de equipamentos para controlar temperatura (como ar condicionado) e barateando seu custo com energia elétrica.

3. Benefícios da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor: segurança e discrição

A aplicação de CO2 no cultivo indoor pode favorecer a segurança se você lacrar sua sala de cultivo, já que não estará emitindo nenhum cheiro pelo ar. Certos métodos de aplicação de CO2 no cultivo indoor, como usar um gerador de CO2, também criam cheiros naturais que ajudam a acobertar diretamente o cheiro de determinadas ervas.

Quantum Board 480W FLEX PRO-MID
Quantum Board 480W FLEX PRO-MID

Desvantagens da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor

É claro que sempre tem alguns pontos prós e outros contras. Então aqui listamos para você algumas das desvantagens da aplicação de CO2 no cultivo indoor.

Na maior parte das vezes, as desvantagens da aplicação de CO2 no cultivo indoor estão relacionadas: ao seu equipamento de iluminação, que, por não ter a potência necessária, torna irrelevante o acréscimo de CO2; ou por economia de custos, já que a aplicação de CO2 para cultivo requer algumas adaptações iniciais no seu set-up.

Confira abaixo a lista das desvantagens da aplicação de CO2 no cultivo indoor:

1. Desvantagens da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor: não é tão efetivo sem luzes intensas para cultivo

Se tratando de intensidade luminosa, você, preferencialmente, precisará de luzes LED de alta potência para produzir uma luz forte o bastante para que sua planta consiga usar o CO2 extra. Lâmpadas fluorescentes, por exemplo, provavelmente não serão luminosas o bastante para obter bons resultados com a aplicação de CO2 no cultivo indoor.

2. Desvantagens da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor: pode ser necessário selar a área de cultivo para usar o CO2

Embora não seja necessária uma câmara selada para aplicação de CO2 no cultivo indoor em pequena quantidade, quando se quer manter níveis muito altos de CO2 (entre 1200 e 1500 PPM), você provavelmente precisará selar a área de cultivo hermeticamente, para que o CO2 não vaze, evitando desperdício do gás.

3. Desvantagens da aplicação de CO2 no Cultivo Indoor: custo de adicionar CO2 extra

O início do processo de aplicação de CO2 no cultivo pode ser caro se você quiser injetar muito CO2, como quando se tem uma área muito grande ou com muitas plantas.

As formas mais baratas da aplicação de CO2 para cultivo não são muito boas em fornecer bastante CO2 a longo prazo e as melhores instalações de CO2 para cultivo a longo prazo são um pouco mais caras no começo, embora tornem-se bem mais baratas depois de obtidos os suprimentos iniciais.

De quanto CO2 no cultivo indoor eu preciso?

Há milhões de anos, quando as plantas estavam em plena EVOLUÇÃO, os níveis de CO2 no ar eram muito mais altos do que são hoje. Como resultado disso, as plantas chegavam a tamanhos GIGANTES e utilizavam quantidades de CO2 muito maiores no processo de fotossíntese, até cerca de 1500 PPM (partes por milhão).

Mesmo que os níveis de CO2 no ar, hoje em dia, estejam muito menores (em torno de 400 PPM), as plantas ainda possuem a capacidade de fazer uso de níveis mais elevados de CO2, permitindo que produzam mais energia a partir da mesma quantidade de luz.

Como já vimos, cultivadores podem usar esse crescimento mais rápido a seu favor, fornecendo aplicação de CO2 para cultivo.

Isso significa que, para a aplicação de CO2 no cultivo ser a mais efetiva, é necessário manter níveis de CO2 de até 1500 PPM em sua área, juntamente com alta luminosidade.

QB 240W WIDE PRO
Quantum Board Master Plants

Plantas podem usar até 1200 - 1500 ppm de CO2 no cultivo indoor

A suplementação com CO2 para cultivo indoor funciona melhor quando todo o resto da área de cultivo já foi otimizada, e, para a maioria dos cultivadores, otimizar seus processos pode resultar em rendimentos ainda maiores do que a adição de CO2!

Por isso, preste bastante atenção nas dicas abaixo:

  • Se você está usando luzes pequenas, com menor luminosidade, você precisará de menos CO2 para cultivo!
  • Plantas devem ter um crescimento rápido e saudável, sem problemas nutricionais e sem parasitas e pestes, se possível. Plantas saudáveis e vibrantes respondem muito bem ao CO2 para cultivo!

Se você sente que já tem plantas sem parasitas e pestes e também sem problemas nutricionais. E se você já utiliza alta tecnologia de LED como iluminação principal do seu set-up, preferencialmente com potência mínimo de 240W, então com certeza a aplicação de CO2 para cultivo indoor É PARA VOCÊ.

Em breve subiremos aqui no BLOG Master Plants a parte II deste conteúdo, fique ligado! E, se tiver qualquer dúvida, é só chamar a equipe Master Plants para trocar conhecimentos!

Fonte: Grow WeedEasy 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn